Mais

Imagem raster ladrilhada a ser colocada em um mapa OSM / Leaflet.js

Imagem raster ladrilhada a ser colocada em um mapa OSM / Leaflet.js


Eu tenho um mapoverlay em uma projeção personalizada que preciso adicionar como uma camada a um mapa Openstreet em um site. Como não fui capaz de alterar a projeção anteriormente, decidi manipular a imagem raster no Photoshop para fazê-la "caber" no mapa de base do Openstreet.

Agora eu tenho um arquivo png com a projeção "correta". Meu problema é que agora tenho que fazer blocos a partir dessa imagem que podem ser usados ​​como sobreposição e, portanto, preciso definir as coordenadas corretas. Posso descobrir os valores exatos de latitude / longitude usando OSM, mas como posso sabergdal2tilesonde está a posição superior esquerda ou inferior direita da minha imagem?

Minha linha de comando até agora é:

$ gdal2tiles.py -p 'raster' myimage.png ">

Você pode usar o QGIS para georreferenciamento (tutorial) e, em seguida, gerar blocos com ele (outro tutorial). Finalmente, você deve especificar os limites da camada na camada de bloco do folheto comlimitesopção.


Se sua imagem usa cores da paleta, você deve primeiro traduzi-la para cores RGB:

gdal_translate -expand rgb src_dataset dst_dataset

Se a sua imagem não for colocada corretamente ao carregar no QGIS, usegdal_translate -a_ullrpara definir os limites.

Como o Openstreetmap usa EPSG: 3857, você pode reprojetar diretamente sua imagem para essa projeção com

gdalwarp -s_srs… -t_srs EPSG: 3857 surcefile arquivo de destino

antes de agrupar o arquivo de destino.


WMS, abreviação de serviço de mapas da web, é uma maneira popular de publicar mapas por software GIS profissional (e raramente usado por não-GISers). Este formato é semelhante aos blocos de mapa, mas mais genérico e não tão otimizado para uso em mapas da web. Uma imagem WMS é definida pelas coordenadas de seus cantos - um cálculo que o Leaflet faz sob o capô.

TMS significa serviço de mapas em mosaico, e é um padrão de mosaico de mapa mais focado em mapas da web, muito semelhante aos blocos de mapa que o Leaflet espera em um L.TileLayer.

WMTS, para serviço de mapa da web em mosaico, é o protocolo padrão para blocos de mapa e fornece blocos de mapa diretamente utilizáveis ​​em um L.TileLayer.


Registrado Mapwel o software está disponível em dois níveis:

Básico, para uma única unidade GPS. A versão básica permite que o usuário carregue o mapa apenas no GPS com a ID que foi usada para o registro. Esta versão destina-se ao uso pessoal.

Avançado, para um número ilimitado de unidades GPS. A versão avançada requer um GPS mestre (aquele usado para registro) para verificar a validade da senha uma única vez após a instalação ou reinstalação do Mapwel. O usuário pode então anexar qualquer outro GPS compatível e fazer upload de mapas nele. Esta versão é destinada a funcionários ou organizações que possuem um número de unidades GPS. A versão avançada permite exportar mapas em formato IMG, KML e MP e suporta o modo de conversão em lote. Você deve ter registrado o GPS manualmente ao atualizar ou reinstalar o Mapwel.


LorikDBPublishing dedica-se à produção de bancos de dados cartográficos a partir de fontes de dados GIS de alto volume, oferecendo um gerenciamento de produção mais adequado para agências geográficas nacionais e grandes produtores de mapas. Os dados são gerenciados de acordo com um zoneamento geográfico para possibilitar o gerenciamento da produção cartográfica de acordo com a modificação das fontes de dados. Totalmente personalizável, LorikDBPublishing é compatível com todos os tipos de mapas para garantir uma compatibilidade abrangente com a impressão mais avançada e os mais novos sistemas de publicação, incluindo Internet e celular. Esta nova gama inclui dois novos produtos: LorikDBManager e LorikDBCartographer.

LorikDBManager importa fontes de dados GIS para um banco de dados cartográfico contínuo. Organiza e gere a produção e atualização desta base de dados tendo em conta a evolução das fontes de dados originais com funcionalidades avançadas como a colocação automática de texto ou generalização cartográfica.

Todo o projeto é gerenciado em um único base de dados (PostgreSQL ou Oracle). Os dados são então processados ​​por LorikPublisher para impressão de mapas ou LorikDigital para produzir exportações de mapas compatíveis com Web / Mobile. Você também pode compartilhar seus dados com o formato de dados abertos DIGEST.


Como criar mapas com React e folheto

Obter informações de um arquivo CSV ou JSON não é apenas complicado, mas também tedioso. Representar os mesmos dados na forma de auxílio visual é mais simples. Neste artigo, vamos representar os locais dos incidentes de incêndio não médicos aos quais o Corpo de Bombeiros de SF respondeu em um mapa.

Para este tutorial, usaremos as seguintes ferramentas:


    Uma biblioteca JavaScript para mapas interativos
    Uma biblioteca JavaScript para construir interfaces de usuário
    Componentes do React para mapas de folheto

O que é folheto?

Com cerca de 27 mil estrelas, Leaflet.js é uma das principais bibliotecas JavaScript de código aberto para mapas interativos compatíveis com dispositivos móveis. Ele tira proveito de HTML5 e CSS3 em navegadores modernos, ao mesmo tempo que é acessível em navegadores mais antigos. Resumindo, ele oferece suporte a todas as plataformas móveis e de desktop primárias.

O folheto pesa cerca de 38 KB e funciona perfeitamente para coisas básicas. Para extensões adicionais, ele pode ser estendido com uma grande quantidade de plug-ins.

Muitos jornais, incluindo NPR, Washington Post, Boston Globe, entre outros, e outras organizações usam o Leaflet para seus projetos de dados aprofundados.

O San Francisco Chronicle, por exemplo, fez um projeto chamado California Fire tracker & mdash, um mapa interativo que fornece informações sobre incêndios florestais na Califórnia, usando o Leaflet. Eles não apenas identificaram a origem do incêndio, mas também nos mostraram sua trajetória.

Como este é um tutorial introdutório, iremos apenas marcar os locais dos incidentes de incêndio e exibir alguns detalhes sobre eles.

Antes de entrar no React, vamos entender os fundamentos do Folheto. Para isso, criaremos um exemplo simples onde estaremos configurando um mapa de Folheto, trabalhando com marcadores e popups.

Primeiro, vamos criar index.html e app.js arquivos em nossa pasta / project e vincule o último ao nosso index.html Arquivo.

Para começar a usar o Leaflet, precisamos vincular o Leaflet CSS e o Leaflet JS em nossas tags de cabeçalho. Uma coisa a ter em mente é que o Leaflet CSS vem antes do Leaflet JS. É isso para o folheto.

Há mais uma coisa que precisamos adicionar ao nosso index.html file & mdash um contêiner que conterá nosso mapa.

Antes de esquecermos, vamos dar altura ao nosso div.

Agora vem a parte divertida. Se você decidir criar um novo arquivo JavaScript ou continuar nas tags de script, certifique-se de que & ltdiv> seja adicionado ao dom antes de chamar L.map ('mapid').

Você provavelmente está perguntando & ldquoMas, por quê? & Rdquo Bem, é porque você receberá um erro se vincular o mapa a um contêiner que ainda não existe.

Criação de um mapa

Agora, para a parte divertida. Para inicializar o mapa, passamos nosso div para L.map () com algumas opções.

Vamos passo a passo para entender o que aconteceu. Usamos a classe Map da API Leaflet para criar um mapa na página. Passamos dois parâmetros para esta classe:

  1. Passamos uma variável de string que representa o ID do DOM
  2. Um literal de objeto opcional com opções de mapa

Existem muitas opções que poderíamos passar para nossa classe, mas as duas principais opções são o centro e o zoom. O centro define um centro geográfico inicial do mapa, enquanto o zoom especifica um nível de zoom inicial do mapa. Ambos são indefinidos por padrão.

Para o centro, passamos nas coordenadas de São Francisco. Há muitos lugares onde podemos realizar a geocodificação direta e reversa, mas para pesquisas básicas como essa, podemos pesquisar no Google.

Normalmente, o valor do zoom dependerá do que você deseja exibir. Você quer mostrar uma cidade ou um estado? País ou continente? Vá em frente e brinque com o valor do zoom para ter uma ideia melhor. Para este exemplo, escolhemos 13 porque mostra a cidade inteira.

Outra maneira de inicializar o mapa é usando setView (). Leva em uma matriz de coordenadas e um inteiro para o nível de zoom.

Por padrão, todas as interações de mouse e toque no mapa estão ativadas e possui controles de zoom e atribuição.

Criando uma camada

Em seguida, vamos adicionar uma camada de mosaico ao nosso mapa, no nosso caso, é uma camada de mosaico de Mapbox Streets. Podemos anexar vários tipos de camadas de blocos instanciando a classe TileLayer.

Para criar uma camada de bloco, precisamos definir o modelo de URL para a imagem do bloco, o texto de atribuição e o nível máximo de zoom da camada. O modelo de URL é o que nos dá acesso à camada de blocos desejada do provedor de serviços. Como estamos usando a API de blocos estáticos do Mapbox, precisaremos solicitar um token de acesso.

Neste ponto, se abrirmos nosso index.html em um navegador, devemos ser capazes de ver um mapa de São Francisco. Vamos colocar um alfinete no mapa.

Marcadores e Círculos

Temos o mapa e a camada, mas não nos aponta para nada específico. Para apontar para um local específico no mapa, o folheto nos fornece marcadores.

Para fixar um local, instanciamos o marcador usando a classe Marker, passamos as coordenadas e o adicionamos ao mapa. Aqui estamos usando as coordenadas de Twin Peaks na cidade.

Da mesma forma, podemos vincular um círculo ao mapa usando uma classe Circle. Passamos algumas opções opcionais, como raio, cor e assim por diante. Para o marcador de círculo, estamos passando nas coordenadas do Farol Ponto Bonita.

Popups

Isso tudo é ótimo, mas e se quisermos passar mais algumas informações sobre o local. Fazemos isso usando pop-up.

O método bindPopup obtém um conteúdo HTML especificado e o anexa ao marcador, de forma que o pop-up apareça quando você clicar no marcador.

React-Leaflet

Agora sabemos como criar um mapa e adicionar marcadores usando Leaflet e JavaScript vanilla. Vamos ver como podemos alcançar os mesmos resultados com React. Não vamos fazer o mesmo aplicativo, mas sim um aplicativo avançado.

A primeira tarefa para nós é obter um token de acesso do portal de dados abertos de São Francisco. É um portal online onde podemos encontrar centenas de conjuntos de dados da cidade e do condado de San Francisco. Decidi usar este recurso, mas existem muitos outros recursos por aí que podemos usar em seu lugar.

Chave API de acesso

  1. Faça uma conta e entre no portal.
  2. Clique no link gerenciar no canto inferior direito.
  3. Clique em Criar nova chave de API e dê um nome a ela.
  4. Copie o seu ID da chave e o segredo da chave. Você precisaria disso para acessar os dados.

Para isso, usaremos React-Leaflet - componentes reag para mapas de Leaflet. Vamos criar um aplicativo de reação.

Então vamos instalar o react-leaflet e o Leaflet executando o seguinte comando em nosso terminal:

App.js

Vamos criar uma pasta / componentes dentro do src. Dentro dos componentes, vamos criar um arquivo chamado Map.js. É aqui que nosso Mapa ficará. Agora vamos editar App.js removendo o código desnecessário e importando módulos de axios react-leaflet e o recém-criado Map.js.

Em nossa classe App, vamos definir um array em nosso estado chamado incidents & mdash quando a página for carregada, enviaremos nossos dados para este array.

A seguir, faremos uma solicitação GET quando o componente for montado. Temos o token de aplicativo, mas ainda precisamos de um endpoint. Onde encontramos o ponto final?

Vamos para o portal e clique em Browse Data. Na barra de pesquisa, vamos pesquisar incidentes de incêndio. O primeiro resultado que aparece é o que procuramos. Depois de clicar no link, podemos obter o URL clicando no botão API no canto superior direito.

Vamos passar o endpoint para nossa solicitação GET e passar um limite e nosso token de aplicativo como parâmetros. Os dados originais têm milhares de registros, mas para manter as coisas simples, nós os limitamos a 500. Atualizamos nossa matriz de incidentes com nossos resultados.

Depois de obter os dados, atualizamos nosso estado.

É assim que nosso App.js deve ser.

Map.js

Como já sabemos como criar um mapa de Folheto, esta parte será relativamente fácil. Vamos importar os componentes Map, TileLayer, Marker e Popup do react-leaflet.

Se nos lembrarmos do exemplo anterior, precisamos de coordenadas e um nível de zoom para inicializar o mapa. Em nossa classe Map, nós os definimos em nosso estado usando as variáveis ​​lat, lng e zoom.

Em seguida, verificaremos se nossa matriz de incidentes está vazia. Se estiver vazio, retornaremos uma mensagem dizendo “Dados estão sendo carregados”, caso contrário, retornaremos um mapa.

No componente Mapa do nosso folheto react, passaremos as coordenadas centrais e um nível de zoom junto com alguns estilos. Em nosso componente TileLayer, passaremos atribuição e URL semelhantes ao nosso exemplo anterior.

Em seguida, fazemos um loop em nosso props.incident e passamos as coordenadas de cada incidente para o componente Marker. Como o React nos avisa para passar uma chave para cada item em um array, passaremos uma chave para o Marker também.

Dentro do componente Marker, passamos um componente Popup. Eu adicionei algumas informações sobre o incidente dentro do pop-up.

E é isso. Se executarmos nosso aplicativo e se tudo correr bem, poderemos ver um mapa de São Francisco com 500 marcadores apontando para os locais dos incidentes de incêndio. Se clicarmos em um desses marcadores, um pop-up aparecerá com mais informações sobre o incidente.

Empacotando

Mesmo que tenhamos coberto muito, este foi apenas o básico. O folheto é uma ferramenta muito poderosa e podemos criar muitos tipos diferentes de mapas. Se você quiser brincar, tente adicionar outra camada ou um ícone personalizado. Ou talvez você gostaria de criar um mapa Choropleth interativo.


Confiado pelos melhores

A Leaflet não tenta fazer tudo para todos. Em vez disso, ele se concentra em fazer as coisas básicas funcionam perfeitamente.

Camadas prontas para uso

  • Camadas de azulejo, WMS
  • Marcadores, pop-ups
  • Camadas de vetor: polilinhas, polígonos, círculos, retângulos
  • Superposições de imagem
  • GeoJSON

Recursos de interação

  • Arraste a panorâmica com inércia
  • Zoom da roda de rolagem
  • Aperte o zoom no celular
  • Clique duas vezes no zoom
  • Zoom para a área (shift-drag)
  • Navegação do teclado
  • Eventos: clique, mouseover, etc.
  • Marcador arrastando

Recursos Visuais

  • Zoom e animação panorâmica
  • Animação de desvanecimento de mosaico e pop-up
  • Design padrão muito bom para marcadores, pop-ups e controles de mapa
  • Suporte para resolução de retina

Recursos de Personalização

  • Pop-ups e controles CSS3 puros para fácil restyling
  • Marcadores baseados em imagem e HTML
  • Uma interface simples para camadas e controles de mapas personalizados
  • Projeções de mapa personalizadas (com EPSG: 3857/4326/3395 pronto para uso)
  • Poderosas instalações OOP para estender as classes existentes

Recursos de desempenho

  • A aceleração de hardware em dispositivos móveis faz com que pareça tão suave quanto aplicativos nativos
  • Utilizando recursos CSS3 para tornar o panorama e o zoom realmente suaves
  • A renderização inteligente de polilinha / polígono com recorte dinâmico e simplificação torna-o muito rápido
  • Sistema de construção modular para omitir recursos de que você não precisa
  • Eliminação de atraso de toque no celular

Controles de mapa

Suporte de navegador

Área de Trabalho

Móvel

  • Safari para iOS 7 ou superior
  • Navegador Android 2.2+, 3.1+, 4+
  • Chrome para celular
  • Firefox para celular
  • IE10 + para dispositivos Win8

Se você encontrar algum recurso realmente ausente no Leaflet, primeiro verifique se há um plugin para ele e se já foi discutido antes nos problemas do GitHub. Caso contrário, abra um novo problema do GitHub.


4. Modelos

Neste estudo, usamos duas arquiteturas de rede neural profunda existentes com mais melhorias nos modelos de linha de base em vista das características dos dados disponíveis (cf. Seção 1). Os detalhes dos modelos empregados são descritos a seguir.

4.1. U-Net

U-Net (Ronneberger et al., 2015) é uma arquitetura codificador-decodificador de rede neural convolucional. É a abordagem de última geração para tarefas de segmentação de imagens. Em particular, U-Net é o algoritmo vencedor na 2ª rodada da SpaceNet (Etten et al., 2018)

desafio na detecção de casas usando imagens de satélite de alta resolução. A arquitetura U-Net consiste em um caminho de contração para capturar o contexto e emprega um caminho de expansão simétrico que permite uma localização precisa. O caminho de contração é composto por uma série de camadas de convolução e máximo agrupamento para granular as dimensões espaciais. O caminho de expansão usa camadas de up-sampling ou camadas de convolução transpostas para expandir as dimensões espaciais a fim de gerar um mapa de segmentação com a mesma resolução espacial da imagem de entrada. Uma vez que o caminho de expansão é simétrico ao caminho de contração com fiação de conexões de salto, a arquitetura é denominada

U -Net. Treinar o U-Net de maneira supervisionada para nosso cenário de sensoriamento remoto requer um mapa rasterizado correspondente pixel a pixel para cada imagem de satélite.

4.2. CycleGAN

Figura 4. Dois pares de amostras de mapas OSM rasterizados (cor RGB, esquerda) com sua máscara de recurso correspondente (bicolor, direita) um ao lado do outro. Figura 5. Dados de imagens de satélite dados x e dados de mapa correspondentes y: ilustração de nossa arquitetura CycleGAN mostrando o fluxo de dados da entrada de imagem x, para o mapa gerado ^ y, para a imagem recriada ^ x = G X (^ y). Este ciclo é usado para calcular uma perda de consistência ∥ x - ^ x ∥ que é ponderada pelo mapa de características M (y) produzindo a contribuição de perda de FW durante o treinamento.

O modelo C y c l e G A N foi introduzido em 2017 (Zhu et al., 2017)

para a tarefa de tradução imagem a imagem, que é uma classe de problemas de visão computacional com o objetivo de aprender o mapeamento entre duas distribuições de conjuntos de dados desemparelhados

X = e Y = . Dadas imagens x de uma distribuição de origem p dados (x) e mapeia y de uma distribuição de destino p dados (y), a tarefa é aprender um mapeamento G: X → Y de modo que a distribuição de G (x) seja tão próxima quanto possível para a distribuição de dados p (y). Além disso, um mapeamento F: Y → X é estabelecido para regular ainda mais a aprendizagem da rede por uma chamada perda de consistência do ciclo que impõe F (G (x)) ≈ x. Começando com y e repetindo esta linha de raciocínio, uma perda de consistência do segundo ciclo empurra a otimização numérica de C y c l e G A N em direção a G (F (y)) ≈ y.

O artigo que apresenta C y c l e G A N (Zhu et al., 2017) forneceu uma vitrine que traduziu imagens de satélite em mapas a título de exemplo. Algumas medidas aproximadas e qualitativas sobre a capacidade de C y c l e G A N de converter imagens aéreas em mapas foram fornecidas. Em nosso artigo, é a primeira vez que C y c l e G A N é avaliada quantitativamente em termos de detecção de casas e estradas.

Para a discussão a seguir, x ∈ X representa a entrada de imagens, y ∈ Y imagens do mapa. Os geradores C y c l e G A N correspondentes são ^ x = G X (y) e ^ y = G Y (x), respectivamente.

4.3. Ciclo Ponderado por Recurso GAN

Na geração de mapas de imagens aéreas, o foco é extrair com precisão características bem definidas, como, por exemplo, casas e estradas do cenário geográfico. Assim, adicionamos mais uma perda ao procedimento de treinamento do C y c l e G A N, que chamamos de perda de consistência de ciclo ponderada por característica, abreviatura de perda de FW. A perda de FW é um mecanismo de atenção que coloca mais peso nas diferenças de pixel da perda de consistência do ciclo que correspondem às características do mapa em consideração. Na seção a seguir, descrevemos em detalhes como os recursos são definidos e extraídos e como a perda de FW é calculada.

Conforme mencionado na seção 3.2, para os dados OSM rasterizados, casas e estradas são rotuladas usando um conjunto de cores fixas C. Por exemplo, casas (principalmente residenciais) são rotuladas por uma cor acastanhada, cf. Fig. 4. Em contraste, as estradas podem ter algumas cores, como branco simples, laranja, azul claro, etc. Aplicamos um método baseado em semelhança de cores para extrair os pixels que são detectados como recursos de acordo com a lista predefinida de cores de recursos. Mais especificamente, os pixels de característica do mapa OSM y e sua contraparte gerada ^ y = G Y (x) são extraídos por uma função de similaridade de cor δ gerando uma máscara de característica em pixels M (y). δ é definido pela Comissão Internacional de Iluminação (Sharma, 2003). Em particular, usamos a fórmula referida como C I E 76. A definição da máscara de feição binária M (y) para um mapa y é gerada a partir de uma matriz tridimensional y i j k com índices i, j representando dimensões geoespaciais em grade, como longitude e latitude, e k indexa o canal de cor da imagem do mapa:

onde Δ é um limite predefinido para o conjunto de cores C.

Dado M (y), adicionamos uma perda FW L F E A

à função de perda dos geradores no

Modelo C y c l e G A N, definido por:


Converter OSM em imagem

OSM para IMG O arquivo de mapa que é exportado do mapa de ruas aberto está no formato osmarender (OSM). Este formato não pode ser carregado como um mapa para o GPS Garmin. mas usando nosso programa gratuito, você pode converter mapas OSM em mapas IMG em poucos segundos. Aprenda como fazer isso com nosso vídeo de instrução. Para download automatizado de grandes conjuntos de mapas, use o menu principal & gt Ferramentas & gt Baixe o comando Mapas gratuitos. Para baixar o arquivo OSM de http://www.openstreetmap.org, navegue na área de interesse e clique na guia Exportar (veja a imagem abaixo). Em seguida, selecione a opção 'Dados XML do OpenStreetMap' no painel esquerdo. Em seguida, clique no botão Exportar. Desejo baixar uma pequena área do mapa e carregá-la no meu GPS. Selecionei a área na qual estava interessado e, em seguida, cliquei no botão exportar e renomeei o arquivo para refletir o nome da área. Procurei um conversor OSM para IMG e encontrei um programa chamado MKGMAP. Eu baixei, mas nada parece acontecer. Ele criou uma pasta chamada mkgmap-r3498 com 3 subdiretórios mais arquivos diversos, mas como faço para executar o programa? Não parece haver nenhum tipo de.

Conversão de arquivos OSM do OpenStreetMap em arquivos IMG

  • Não há como renderizar um controle XAML a uma imagem. Se você usar a função de desenho para desenhar uma tela. Acho que você pode usar o controle de terceiros (como WriteableBitmapEx) para desenhá-lo em segundo plano e, em seguida, manter a imagem de WriteableBitmapEx
  • Olá, eu criei um aplicativo onde estou desenhando um mapa de um arquivo de dados .osm que é um arquivo xml. Para qualquer tipo de manipulação, preciso redesenhar o mapa com deslocamentos atualizados ou com níveis de zoom, isso torna meu aplicativo extremamente lento. Estou tentando converter um mapa já desenhado em uma imagem, então · Oi, Não há como renderizar um XAML.
  • arquivo de mapa img (sempre o mesmo nome de arquivo de saída, 63240001.img, mas você pode renomeá-lo para um número de 8 dígitos diferente após a criação)
  • Como converter arquivos Mesh para OSM? Escolha os arquivos e carregue-os na página. Selecione para OSM e clique em Converter. Após alguns segundos, você pode baixar os arquivos OSM. Como eu mudo o OSM para outro formato? Carregue seu arquivo OSM na página. Selecione o formato de destino e clique em Converter. A conversão do OSM leva alguns segundos. Posso usar o conversor OSM no iPhone ou iPad

OSM2World é um conversor que cria modelos tridimensionais do mundo a partir de dados do OpenStreetMap. Ele pode ser usado como uma ferramenta independente, em um servidor ou como uma biblioteca em programas Java. Posso usá-lo? Claro! OSM2World é publicado como Open Source (LGPL) e pode ser usado gratuitamente, mesmo em software comercial. Vá para a seção de download. Esteja avisado, porém, que OSM2World ainda está no início. Sobre MyGeodata Converter. Nosso conversor online do formato OpenStreetMap XML e PBF para o formato PDF geoespacial (OSM para PDF) é uma ferramenta rápida e fácil de usar para conversões individuais e em lote. O conversor também suporta mais de 90 outros formatos GIS / CAD vetoriais e rasters e mais de 3.000 sistemas de referência de coordenadas. Osmarender / Converter dados osm de arquivo OSM para uma imagem SVG 1. Baixe o Osmarender. Baixe todos os arquivos individualmente, usando um navegador da web. O arquivo de folha de estilo, chamado. 2. Obtenha os dados do mapa que deseja renderizar. Após o download do Osmarender, você precisa dos dados OSM da sua área. 3 ..

Para exportar um mapa como imagens (PNG, SVG, PDF), consulte a página Rendering. Para uma visão geral muito mais geral, consulte o Guia de exportação. Para converter entre diferentes formatos de arquivo OSM (incluindo alteração ou filtragem), veja formatos de arquivo OSM # Conversão entre diferentes formatos de dados de mapa osm. Para converter apenas trilhas de GPS, consulte Convertendo trilha de GPS. GMapTool - programa para dividir e mesclar mapas no formato Garmin.Principais funções do GMapTool: Mesclar mapas no formato img. Dividir arquivos no formato img em mapset, mapas, subarquivos de mapas.Instalação de mapset para uso com os programas Mapsource, BaseCamp, HomePort. Edição de propriedades de mapa - tipo de mapa, prioridade, transparência, nome, data de criação. Modificações de mapa - mudança o Este aplicativo online é projetado para converter OSM para o formato de arquivo PNG. Esta ferramenta converte para o formato PNG que pode ser usado no Illustrator, Inkscape e outros programas. Além disso, nosso aplicativo permite que você altere a referência espacial de destino dos geodados. Sinta-se à vontade para usar nosso conversor online. Conversion App é um aplicativo gratuito fornecido por Aspose.Gis xsltproc -o bunclody / contours-wscale.svg osmarender.xsl bunclody / stylesheets / osm-contours-only.xml. Em seguida, você também precisa converter esses outros dados do tipo OSM em svg, usando um comando xsltproc semelhante. Aqui, este repo foi essencial novamente https://github.com/pnorman/osmarender-testclone. fundindo o tw Este aplicativo online é projetado para converter OSM para o formato de arquivo JPEG. Esta ferramenta converte para o formato JPEG que pode ser usado no Illustrator, Inkscape e outros programas. Além disso, nosso aplicativo permite que você altere a referência espacial de destino dos geodados. Sinta-se à vontade para usar nosso conversor online. Conversion App é um aplicativo gratuito fornecido pela Aspose.Gi

Converter osm para img - OSM Hel

  • Sobre MyGeodata Converter. Nosso conversor online de formato para o formato Erdas Imagine (JPEG para IMG) é uma ferramenta rápida e fácil de usar para conversões individuais e em lote. O conversor também suporta mais de 90 outros formatos GIS / CAD vetoriais e rasters e mais de 3.000 sistemas de referência de coordenadas. Se o sistema de coordenadas de seus dados de entrada não estiver presente ou não for reconhecido corretamente, é possível atribuir o correto. Então é possível
  • Mude osm para shp no Windows, Mac, Iphone ou Android em alguns cliques. Escolher arquivo. Selecione os arquivos para conversão ou arraste e solte-os na área de upload. Seus arquivos estão protegidos com segurança e disponíveis apenas para você. Todos os arquivos são excluídos automaticamente de nossos servidores após 1 hora
  • es valores de alguns outros atributos, como o limite de velocidade. Você deve informar ao SUMO esses valores implícitos no arquivo de tipo de borda SUMO. Ele atribui.
  • Re: converter OpenStreetMap em imagem vetorial Você pode usar o software Adobe Illustrator para converter a imagem em formato de gráfico vetorial. verifique este url code.google.com/p/androzic/wiki/MapCreation: 1code.google.com/p/androzic/wiki/MapCreation. espero que aqui você possa encontrar o que procura
  • Três maneiras fáceis de importar dados do OpenStreetMap no SketchUpOpenStreetMap para o SketchUpPlease Support TutorialsUp no Patreon: www.patreon.com/TutorialsUpNote:3D B ..
  • Cópias regularmente atualizadas do banco de dados completo do OpenStreetMap Downloads da Geofabrik Extratos atualizados regularmente de continentes, países e cidades selecionadas. Outras fontes Fontes adicionais listadas no wiki do OpenStreetMap. Bem-vindo ao OpenStreetMap! OpenStreetMap é um mapa do mundo, criado por pessoas como você e gratuito para uso sob uma licença aberta. A hospedagem é suportada por UCL, Bytemark.

OpenStreetMap é um mapa do mundo, criado por pessoas como você e gratuito para uso sob uma licença aberta. A hospedagem é suportada pela UCL, Bytemark Hosting e outros parceiros Ao contrário dos fornecedores de mapas online comerciais, o OpenStreetMap não fornece uma biblioteca JavaScript oficial que você deve usar. Em vez disso, você pode usar qualquer biblioteca que atenda às suas necessidades. O mais popular é o Leaflet, uma biblioteca de código aberto. OpenLayers 3, outra biblioteca bem conhecida, também pode ser uma boa opção. Introdução ao Leaflet - uma biblioteca leve de mapas da web. Começando com. . Converter Jpg Png Tiff Gif em PDF. Converter Jpg Png Tiff Gif em Pdf é um utilitário que converte rapidamente várias imagens em um único documento PDF. Com esta ferramenta, os usuários podem criar arquivos PDF a partir de formatos de imagem como JPG, BMP, GIF, TIF, WMF, EM, PSD e PNG. Ele suporta a conversão em lote de arquivos de imagem para PDF. Você pode controlar o tamanho do PDF de saída. Editor: Converter.

2. (Sobre o seu comentário) Não é assim que funciona. OpenLayers, Leaflet e bibliotecas semelhantes precisam de um servidor de blocos para buscar esses blocos. Eles não podem ler diretamente de um banco de dados. Em vez disso, o servidor de blocos precisa de um banco de dados local para criar (renderizar) esses blocos. Portanto, seu cliente terá que executar um servidor de blocos ou você mesmo. OsmSharp é um projeto que começou com o uso de dados OpenStreetMap (OSM) para alguns projetos de mapeamento bastante impressionantes. Você pode usar o OsmSharp em seus projetos quando precisar trabalhar com dados OSM. OsmSharp é escrito em C # e pode ser usado em qualquer lugar onde o idioma seja compatível. Documentação. Amostras do modelo de streaming de modelo de dados OpenStreetMap. Filtrando fluxos completos, convertendo em geometrias. Converta suas imagens e outros arquivos CAD neste formato. DWG (arquivo de banco de dados de desenho do AutoCAD) Os arquivos DWG referem-se ao formato de arquivo binário para armazenar imagens 2D e 3D usadas por dispositivos CAD (Computer Aided Design). Originalmente desenvolvido na década de 1970, agora é usado por arquitetos, engenheiros e. O que é DWG. Marque e compartilhe a página. Conversor DWG de favoritos ou. Como . Mais conversor de CAD.

Conversor de arquivos online de JSON para TIFF. carregando arquivo .. Ao converter um arquivo de imagem com o Windows, certifique-se de que o driver virtio esteja instalado. Caso contrário, você obterá uma tela azul ao iniciar a imagem devido à falta do driver virtio. Outra opção é definir as propriedades da imagem conforme a seguir ao atualizar a imagem no serviço de imagem para evitar esse problema, mas isso reduzirá significativamente o desempenho da máquina virtual. $ openstack image set - property. Esta postagem é um tutorial sobre como adicionar dados do Open Street Map a mapas feitos com rayshader em R. Rayshader é um pacote para visualização 2D e 3D em R, especializado em gerar belos mapas usando várias técnicas de sombreamento (veja esses posts) diretamente dos dados de elevação. Ele faz isso fornecendo ao usuário uma ampla variedade de técnicas: sombreamento lambertiano tradicional, raytracing. use o Lightroom para juntar todas as imagens em uma imagem final. corrija as distorções e alinhe os pontos na imagem digitalizada com os pontos no OSM. Não tenho certeza de como fazer a etapa final, ou mesmo se minha técnica de digitalização funcionará. Alguém já fez isso e pode fornecer links para tutoriais ou tem alguma dica para me dar? ATUALIZAÇÃO: percebi.

Como converter mapa OSM em imagem

Exportando o mapa OSM (Imagem por: Autor) Para desenhar coordenadas geográficas na imagem, as coordenadas devem ser convertidas em pixels de imagem. O método scale_to_img (gps_coordinate, (image_height, image_width)) pega as coordenadas GPS e as converte em coordenadas de imagem (pixels) com base na largura e altura da imagem. A imagem abaixo mostra a necessidade de conversão das coordenadas geográficas em imagem. Converter para arquivo de imagem: Estender: Formato: Imagem bruta (.IMG, .DD) Imagem bruta de CD (.ISO, .BIN) Dividir imagem bruta (.00n) Imagem do Nero Burning ROM (.NRG) Imagem de implantação do sistema (.SDI) Imagens de formato forense avançado * (AFF) Imagens de formato forense avançado com metadados * (AFM) Diretórios de formato forense avançado * (AFD) Imagem VMWare (.VMDK) EnCase EWF (.E01) SMART EWF (.S01) Imagem VHD (. VHD) * O. Aqui estão as etapas para converter um arquivo osm em arquivo zip usando o ezyZip. Em Selecionar arquivo osm a ser convertido, clique em navegar (ou o equivalente em seu navegador) e selecione os arquivos osm que deseja converter. (Optional) Set the desired compression level by clicking the down arrow next to Convert to ZIP. Click Convert to ZIP to initiate the conversion I want to put image on Crew profile, but I need to convert image to url (web page) Anyone knows some good free online image to url converter? 2 Replies Last reply Reply Quote 0. GwoemuL @IAleksandarI last edited by . https://convertio.co/tr/ @ialeksandari. 1 Reply Last reply Reply Quote 1. Vinayak Singh Mehra English Users @IAleksandarI last edited by . @ialeksandari Really! In my device, I. Your own image on a minecraft map item? Just use this easy five-step tool. Step 1 Step 2 Step 3 Step 4 Step 5. Step 2 - Select number of parts you want to split the image into. The more parts the longer the following steps will take. If you have a slow computer, consider lowering the amount of parts! Horizontal. Vertical. If you don't want to split your image into multiple maps, just.

Converting your GPX files to Garmin IMG Files. Home. FAQ. Try it! Buy it! Support. Note that gpx2img has not been updated in a few years. Although the majority of users still find gpx2img works great for them, we recommend using our Trial version before purchasing to ensure compatibility with your gps device. Note for current users: The self-updating code built into versions of gpx2img prior. .exe (see pic below). At Files tab, add GMAPSUPP.IMG. At Split tab, select the folder to split the necessary files. Select Create: files for Mapsource. Tick Compile preview map. And also tick Set mapset FID, and specify FID, ie. 5063 (or any FID not yet. I have a satellite GeoTIFF Image and a corresponding OSM file with only the highways. I want to convert the longitude latitude value in the OSM file to the pixels and want to highlight highway on the satellite image. I have tried several methods that are explained on StackExchange. But I get the negative and same pixel value for every longitude and latitude values. Could somebody explain, what.

It will convert the file to the DEBUG format and pipe the result into your favorite pager program. 2. File Types. OSM uses three types of files for its main data: Data files These are the most common files containing the OSM data at a specific point in time. This can either be a planet file containing all OSM data or some kind of extract. At most one version of every object (node, way, or. Image histogram Censor photo (blur, pixelate) Overlay images Random bitmap generator Duotone effect (Spotify) Split image QR code generator Equalize image (area) Image gradient generator Image radial gradient generator SVG converter (and viewer) Blurred frame images generato

Converting OpenStreetMap Data Into GPX Or Garmin

  • ed that is good. Now you can open MapSource or BaseCamp and see your map. From this point forward follow this tutorial to load the maps to your GPS unit or this tutorial on opening the maps with BaseCamp. The Map Has a .tdb Fil
  • Converting OSM files to .OBJ. Download OSM2World (select the file 'OSM2World-latest-bin.zip') and extracting the .zip archive. I just double-clicked the archive to have it unzip on my desktop. Next, download the 'example texture selection' from the OSM2World download page. Unzip it, and place the textures directory along with the file texture_config.properties in the OSM2World.
  • Step 4: Convert OpenStreetMap (.osm) data to AutoCAD (.dwg) using FME Quick Translator . You can use FME Quick Translator to also convert .osm files to .dwg files for use in AutoCAD. However, you will want to define the coordinate system to a projected coordinate system, such as Universal Transverse Mercator (UTM). The UTM coordinate system splits the world up into 60 zones which each cover 6.
  • Convert OpenStreetMap data to Shapefiles (SHP) April 30, 2014 Desktop L1 (Basic) Data conversion OpenStreetMap Shapefiles (SHP) The community of geospatial information OpenStreetMap (OSM) is diverse and grows every day. Its contributors include map designers and map users, GIS professionals, engineers who control the servers, etc., working around the world . The OpenStreetMap data servers.
  • ed from input. For example `EPSG:4326` (without quotes). Output CRS (EPSG code) For example `EPSG:4326` (without.
  • Free desktop software for converting data and images into zoomable maps. Designed for self-hosting and online map publishing with WMTS, custom coordinates, georeferencing and more

217 GB. 313 GB. 64 M. 86 M. This table approximates the tile sizes of the given bounding box. The calculation is based on all rendered tiles on the server. Be aware that these values may be biased by spots on the map which have been viewed more often. Click on + to choose other maps. Hold Ctrl to draw a new rectangle Image Converter Document Converter Archive Converter Presentation Converter Font Converter Ebook Converter OCR API Pricing Help WMF Converter Convert files to and from wmf online. Choose Files. Choose Files. Drop files here. 100 MB maximum file size or Sign Up. wmf. Computer Graphics Metafile. A format for storing vector graphics in Windows, involved in the direct output of an image. Convert OpenStreetMap (.osm) data to Shapefiles (.shp) When FME opens, go to the File ‐To set the coordinate system, type in the EPSG code exactly as shown in the example image, but subs tute your own code numbers. ‐Press OK once your done to start the transla on ‐Once FME is finished the transla on it will say Transla on was SUCCESSFUL.Transla fion nished . The. DXF Converter. Convert your files to the DXF format. Turn images and other CAD files into DXF with this free online DXF converter. You can also convert your PDF documents into the DXF format. dxf converter. Upload your file you want to convert to DXF: Drop Files here Choose Files. Enter URL Dropbox Google Drive. Enter file URL

OSM Converter: convert files from and to OSM onlin

ststeiger commented on Jan 31, 2019. I need to render the tiles of the OSM map for Switzerland for offline use on demand in IIS. I'm using the pbf for monaco, because it's a lot smaller, for testing. I figured simple code to do that with MapsUI looks appx. somthing along the lines of this. Mapsui.Map map = CreateMap () var mr = new Mapsui. Schaue Dir diesen kostenlosen online JPEG Konverter an. Wandle PDF in JPG oder Bild in JPG um oder erstelle Screenshots durch Konvertierung von Video in JPEG. Verwende diesen JPG Konverter, um online in JPG zu konvertieren Convert Results to OSM File. createosmanomaly.py runs the neural network over the training image set and suggests changes to OSM. This script converts the neural network output masks into the candidate OSM ways. It does this by fitting perfect rectangles to tennis and basketball mask boundaries. For baseball fields, the OSM ways are a fitted 90. In converting OSM data to shape files, we have made a default selection of layers containing most important layers (road and railway network, forests, water areas, many points of interest). We offer more comprehensive shape files and shape files of other regions than provided on the download server are available as a paid service. Raw data with personal metadata and full history.

Raster to Vector Conversion. To convert from an Image (raster) to a FeatureCollection (vector) data type, use image.reduceToVectors (). This is the primary mechanism for vectorization in Earth Engine, and can be useful for generating regions for input to other types of reducer. The reduceToVectors () method creates polygon edges (optionally. r.to.vect - Converts a raster map into a vector map layer. You will have problem with the texts and the grid. Some cleaning is essential for a good result. As an example, here is a real screenshot of vector output of your image after the procedure in GRASS

OSM2Worl

OpenStreetMap OSM files can be downloaded individually from respective url. Mapwel software allows conversion of these files into routable maps for Garmin GPS units. However, downloading and processing of large number of maps can be very time-demanding process, because each map must be cropped and aligned with other maps to ensure seamless. Merge, Blend and Overlay Images with the editor. Add Text with your own fonts to an (animated) image. Add Borders, round corners and shadow to your photo. Put an image in a Photo Frame or add a Mask. Overlay images with predefined animations! Convert, sharpen, reduce size of an animated gif.. Technology & Programming Writing & Translation Design Digital Marketing Video, Photo & Image Business Music & Audio Marketing, Branding & Sales Social Media. Technology & Programming Writing & Translation Design Digital Marketing Video, Photo & Image Business Music & Audio Marketing, Branding & Sales Social Media. Openstreetmap to Opendrive converter needed. Ends in (days) 2396. Fixed Price.

Use the library to extract the coordinates from the image Note that the image may no have coordinates. Make sure you check for this case. Convert the coordinates to decimal format Exif data stores coordinates in degree/minutes/seconds format. Most software however expects decimal degrees. Luckily conversion is not particularly difficult . Convert your TIF to TIFF online with no software to install. How to convert tif to tiff? How to convert tiff to tif? Step 1. Upload tif-file. Select tif file, which you want to convert, from your computer, Google Drive, Dropbox or drag and drop it on the page. Step 2. Convert tif to tiff. Select tiff or any other format, which you want to.

OSM to PDF Converter Online - MyGeodata Clou

OpenStreetMap (OSM) has a wealth of free data, but to use it with most other applications, we need to convert it to other formats, such as Shapefile or PostgreSQL PostGIS databases. This recipe will use the ogr2ogr tool to perform the conversion for us within a Python script. The benefit of this is, again, simplicity If this image is a Garmin Custom Map just import from the file menu. If the maps were downloaded from Garmin, you can plug your device in and BaseCamp will read them from it. It depends on which maps we're talking about, and where you downloaded them from. But generally speaking, single (large) img files are meant to be put and used on the. You will see the map that is familiar and contains the landmarks that we can identify from the image. You may close the OSM Place Search panel now. If you need it again, you can open it from View ‣ Panels ‣ OSM Place Search. Now it is time to start georeferencing. Launch the Georeferencer from Raster ‣ Georeferencer ‣ Georeferencer. If you do not see that menu item, you will need to. scenario-convert is a useful tool, which can be used to create new scenarios or import and export data from external sources like OpenStreetMap, SUMO etc into your existing scenarios. It will create a database, which is the basis for all map-related tasks performed by Eclipse MOSAIC (e.g. navigation, route calculation) We will use the same data we downloaded from OpenStreetMap (OSM) in QGIS: Collecting Data in QGIS. It is useful to have an OpenLayers map as a base for reference. This helps to ensure that your vector layers have the right coordinates. top. In this example, we want to export the lines layer (roads, streets, etc.) as a DXF file that we can open in AutoCAD. top. Right-click on the layer in the.

Osmarender/Convert osm data from OSM file to an SVG image

  1. Image Converter Document Converter Archive Converter Presentation Converter Font Converter Ebook Converter OCR API Pricing Help PSD Converter Convert files to and from psd online. Choose Files. Choose Files. Drop files here. 100 MB maximum file size or Sign Up. psd. Adobe Photoshop bitmap. This format is used for storing bitmap images in an Adobe Photoshop project file. It is stored.
  2. Convert a GPS file to plain text or GPX. This form reads a tracklog or waypoint file (in a recognized format) or plain-text tabular data, and converts it to an easy-to-read tab-delimited or CSV text file, or to a GPX file. Addresses: If you want to find the coordinates of a list of street addresses, it may be easier to use the geocoding utilities
  3. From the lesson on plugins, you will remember that it's possible to load a new raster image from Google, for example. However, this is a once-off transaction: once you have downloaded the image, it doesn't change. A WMS is different in that it's a live service that will automatically refresh its view if you pan or zoom on the map. The goal for this lesson: To use a WMS and understand its.
  4. I had a lot of alignment problems when downloading separately because of the loss of precision in converting from OS Grid Ref to Lat/Long. Rendering. Once the OSM raw data has been downloaded then it needs to be rendered into an image file so that it can be overlaid onto the 3D model. Selecting a suitable renderer proved more difficult than I.
  5. Use the ArcGIS Editor for OpenStreetMap with ArcGIS Online imagery to contribute to OpenStreetMap. The USA NAIP image service, available to users with an ArcGIS Online subscription, features recent high-resolution (1 m) aerial imagery for the continental United States. NAIP is made available by the US Department of Agriculture Farm Service Agency and updated for several states each year. The.
  6. Mapping platform designed for quick publishing of zoomable maps online for web applications, mobile devices and 3D visualisations

Converting map data between formats - OpenStreetMap Wik

Allow images from third-party sites that allow cross-origin access to be used with canvas: height: pixels: Specifies the height of an image: ismap: ismap: Specifies an image as a server-side image map: loading: eager lazy: Specifies whether a browser should load an image immediately or to defer loading of images until some conditions are met. Convert OpenStreetMap data into GIS and mobile mapping file formats. To build the docker image, use the following command. docker build -t osm-export-tool . To run the tool as a container, using your current directory as working directory, use the following command. docker run -it --rm -v $(pwd):/work osm-export-tool INPUT_FILE.pbf OUTPUT_NAME Example usage osm-export-tool INPUT_FILE.pbf. export 3 png 1 openstreetmap 22. × . Download PNG. Example of exporting a map as a PNG image. Example of exporting a map as a PNG image. main.js import 'ol/ol.css' import GeoJSON from 'ol/format/GeoJSON' import Map from 'ol/Map' import View from 'ol/View' import from 'ol/source' import from 'ol/layer' var map = new. Converts several .osm files in one run of the program to create a map tile set. Creates a .tdb file and an overview map that can be used to view the maps in MapSource or QLandkarte. Creates a gmapsupp.img file that can be copied directly to an SD card. Can also combine previously produced .img files into one gmapsupp.img file. Create a .tdb and overview map from previously produced .img files.

To insert OSM data into the X-Plane you have to convert them using World2Xplane. You add them to the Patch folder of Ortho4XP when generating an Ortho photo tile. World2Xplane does not modify terrain mesh afaik, so won't flatten fields or add hills to the mesh or create water. Edited July 3, 2020 by mSparks Use OpenStreetMap to work with *.osm files. Also the XML content is viewable in any text editor. How to convert: As far as we know, this .osm file type can't be converted to any other file format. This is usually the case of system, configuration, temporary, or data files containing data exclusive to only one software and used for its own. - Convert language files from XML to XLIFF - Fix deprecated code which did not work in TYPO3 10 anymore - Update documentation Features - New: Featurecollection in GeoJSON vector records - New: GeoJSON in external filie for vector records - New: Styling of vector records (color, stroke-width) like in track records - New: Two options to separately toggle panning/dragging and mouse-wheel zooming. The OpenMapTiles vector tile schema is open source and licensed under BSD + CC-BY.You are free to use it to generate your own OpenMapTiles and use those vector tiles afterward. However, you are still obliged to follow original ODbL license and attribute OpenStreetMap data properly as well as attribute the OpenMapTiles project itself.The correct attribution looks similar to this [parsed_osm, osm_xml] = parse_openstreetmap(openstreetmap_filename) knowing that I copied the map.osm file in the home directory of openstreetmap and I've traced the code line by line and referred to each function to see how it works and try to solve the problem but nothing, and found no similar errors in the comments below

100% free OpenStreetMap maps are a great resource for your Garmin GPS. You can use these maps for hiking, backpacking, cycling, hunting on compatible Garmin devices like fenix 6X Pro, Edge 1030 Plus, Oregon 750t, Montana 700, GPSMAP 65s and all other GPS devices with the ability to add maps Serving Tiles - Switch2OSM. Tiles from a third-party provider are the simplest way to make the switch to OpenStreetMap, and offer clarity of cost. However, if you'd like to take full control of your destiny, you can render and serve your own tiles. This section explains how Convert the OSM shape files into a raster image: QGIS: Raster Conversion Rasterize (Vector to raster) GRASS has also a conversion tool for vector to raster processing, but I was not able to use this for huge datasets. Processing with GRASS Import the raster data into GRASS. GRASS: File Import raster data Common import formats [r.in.gdal] Process the data with the Raster map calculator. GRASS. OSM talks to the VIM for the deployment of VNFs and VLs connecting them OSM talks to the VNFs deployed in a VIM to run day-0, day-1 and day-2 configuration primitives. In order for OSM to work, it is assumed that: Each VIM has an API endpoint reachable from OSM Each VIM has a so called management network which provides IP address to VNF

Online GPS-track converter can convert files in various GPS-track formats. Upload your gps track you want to convert to select format: Select input format GPS track: Alan Map500 tracklogs (.trl) Brauniger IQ Series Barograph Download Bushnell GPS Trail file CarteSurTable data file Cetus for Palm/OS Columbus/Visiontac V900 files (.csv) CompeGPS. , WFS, Vector- and Raster-Files to the format you nee

Did you know, that OpenStreetMap and Wikimedia (Commons, Wikipedia, Wikidata,) work together? As you might know there are ways to link OpenStreetMap objects to Wikimedia objects (preferably with the wikidata tag, but wikipedia, image and wikimedia_commons are also ways to achieve that). OpenStreetBrowser integrates this and shows images and excerpts of Wikipedia articles in object details .0, a free desktop application for drawing maps based on OpenStreetMap and GPS data, and exported as a BMP file at the preferred scale. More than one image can serve as background in CityEngine's Web Scene if text or other features need to be adjusted for various zoom levels or.

GMapTool GMapToo

The OSM data doesn't include pictures of the museums, but I mentioned that it does include the museum's Wikidata URIs, so today we'll see how to use those URIs to retrieve the images from Wikidata and connect them to the data retrieved from OSM. The result of this process includes the images you see here, each linking to the pictured museum's website ('GIPHY is the platform that animates your world. Find the GIFs, Clips, and Stickers that make your conversations more positive, more expressive, and more you.', Each image will have its original img file, like .tiff, . png, .jpg, etc. Each image will also have the labels file, which has the same file name except comes with different suffixes. The class file includes: 1) class name, 2) the type value counted from 0, 1, 2 2. Run the following command to convert VOC to YOLO5 Convert JP2 (JPEG 2000) image file online - The list shows what formats can convert to JP2 and what formats can be converted from JP2 To get our customized, up-to-date OSM layers loaded into QGIS, we will first get the most recent OSM data in raw .osm format. Then, we will convert this data into a SQLite database, which is a lightweight database system stored in one file on your system. Lastly, we will create a layer (or multiple layers) that includes only the feature types and tags we want to access. These layers can be.

OSM to PNG online converter - products

Route download - Mkgmap 4693 freeware download - Convert OpenStreetMap tags to a map in IMG format - Freeware downloads - best freeware - Best Freeware Download OpenStreetMap data can be also used to calculate routes and analyse reachability. Individual map styles. OpenStreetMap maps can be styled as you wish. We develop your map style or adapt existing map styles to meet your needs. Tile server Tiles are small PNG images that power most web maps. Use our tile server, or hire us to set up your own Convert online and free JP2 to PNG. Choose File. Dropbox. Google Drive. Uploaded filetype: Choose filetype: 150 dpi 75 dpi 300 dpi 600 dpi. Whoops, it seems like you are trying to upload a huge file. For free users the filesize is limited to 0.75 GB Geofabrik is a consulting and software development firm based in Karlsruhe, Germany specializing in OpenStreetMap services. We're happy to help you with data preparation, processing, server setup and the like. Check out our web site and contact us if we can be of service


  • Armstrong and Xiao (2018) Armstrong, M. P. and Xiao, N., 2018. Retrospective deconstruction of statistical maps: A choropleth case study. Annals of the American Association of Geographers 108(1), pp. 179–203.
  • Brewer and Buttenfield (2007) Brewer, C. A. and Buttenfield, B. P., 2007. Framing guidelines for multi-scale map design using databases at multiple resolutions. Cartography and Geographic Information Science 34(1), pp. 3–15.
  • Buckley and Jenny (2012) Buckley, A. and Jenny, B., 2012. Letter from the guest editors. Cartographic Perspectives .
  • Chiang (2016) Chiang, Y.-Y., 2016. Unlocking textual content from historical maps-potentials and applications, trends, and outlooks. In: International Conference on Recent Trends in Image Processing and Pattern Recognition, Springer, pp. 111–124.
  • Christophe and Hoarau (2012) Christophe, S. and Hoarau, C., 2012. Expressive map design based on pop art: Revisit of semiology of graphics? Cartographic Perspectives (73), pp. 61–74.
  • Christophe et al. (2016) Christophe, S., Duménieu, B., Turbet, J., Hoarau, C., Mellado, N., Ory, J., Loi, H., Masse, A., Arbelot, B., Vergne, R. et al., 2016. Map style formalization: Rendering techniques extension for cartography. In: Proceedings of the Joint Symposium on Computational Aesthetics and Sketch Based Interfaces and Modeling and Non-Photorealistic Animation and Rendering, Eurographics Association, pp. 59–68.
  • DeLucia and Black (1987) DeLucia, A. and Black, T., 1987. A comprehensive approach to automatic feature generalization. In: Proceedings of the 13th International Cartographic Conference, pp. 168–191.
  • Deng et al. (2018) Deng, X., Zhu, Y. and Newsam, S., 2018. What is it like down there? generating dense ground-level views and image features from overhead imagery using conditional generative adversarial networks. arXiv preprint arXiv:1806.05129 .
  • Duan et al. (2017) Duan, W., Chiang, Y.-Y., Knoblock, C. A., Jain, V., Feldman, D., Uhl, J. H. and Leyk, S., 2017. Automatic alignment of geographic features in contemporary vector data and historical maps. In: Proceedings of the 1st Workshop on Artificial Intelligence and Deep Learning for Geographic Knowledge Discovery, ACM, pp. 45–54.
  • Evans et al. (2017) Evans, M. R., Mahmoody, A., Yankov, D., Teodorescu, F., Wu, W. and Berkhin, P., 2017. Livemaps: Learning geo-intent from images of maps on a large scale. In: Proceedings of the 25th ACM SIGSPATIAL International Conference on Advances in Geographic Information Systems, ACM, p. 31.
  • Foerster et al. (2007) Foerster, T., Stoter, J. and Köbben, B., 2007. Towards a formal classification of generalization operators. In: Proceedings of the 23rd International Cartographic Conference, Moscow, Russia, pp. 4–10.
  • Ganguli et al. (2019) Ganguli, S., Garzon, P. and Glaser, N., 2019. Geogan: A conditional gan with reconstruction and style loss to generate standard layer of maps from satellite images. arXiv preprint arXiv:1902.05611 .
  • Gao et al. (2017) Gao, S., Janowicz, K. and Zhang, D., 2017. Designing a map legend ontology for searching map content. Advances in Ontology Design and Patterns 32, pp. 119–130.
  • Gatys et al. (2016) Gatys, L. A., Ecker, A. S. and Bethge, M., 2016. Image style transfer using convolutional neural networks. In:

Proceedings of the IEEE Conference on Computer Vision and Pattern Recognition

Deep learning based feature selection for remote sensing scene classification.


WMS (Web map service) support #84

Add support to use templates downloaded from web map services. Suggested by Haavard Tveite.

The text was updated successfully, but these errors were encountered:

We are unable to convert the task to an issue at this time. Please try again.

The issue was successfully created but we are unable to update the comment at this time.

Dg0yt commented Sep 7, 2012

  • labels: --> Templates, Web
  • category: --> Feature_Request
  • milestone: 1.0 --> 3.0

Dg0yt commented Nov 2, 2012

02JanDal posted on Sourceforge:

Here is a first patch implementing this. It's not very good yet, as it integrates into the existing template system you have to open a file (content doesn't matter) with the .asp extension (could be anything else). You then have to specify the server and some other properties.

Scaling is also not done yet.

This is the server I have been using to test: http://www2.demis.nl/mapserver/request.asp

If this is something that will eventually be merged I will continue working on it (don't have to open a dummy file and edit properties after initial load, saving/loading plus some other rough edges)

Attachments (on Sourceforge):

Dg0yt commented Nov 2, 2012

Jan, maybe you might do a fork of our git repository into a repository in your SF "user project" and use this for collecting your changes? This will give you full version control, and we don't need to keep track of to which revision the patches fit.

Dg0yt commented Nov 2, 2012

02JanDal posted on Sourceforge:

I have never made any more advanced usage of SF/git like that. I will have to look up how easy/hard it would be. (Mainly keeping my repo up to date and merging with the main stream again)

Dg0yt commented Nov 3, 2012

puzzlepaint posted on Sourceforge:

The patch itself looks good so far, as far as I can see from a short look at it. One nitpick however is to please respect our coding style (see the wiki), e.g. variables are named for example "server_edit" instead of "m_serverEdit".
I'd prefer to have it in a working state before merging it into mater, i.e. the downloaded image must be displayed in the correct position at least and it must be possible to save / load the template.

Maybe it is not so wrong to keep assigning the template with a file even for WMS templates, because this file can be used to cache the downloaded image. Then an internet connection is only neccessary when the template area is changed. Compared to embedding the image in the map file for caching it, this has the advantage that the map file can still be easily sent via e.g. email as the file size does not grow heavily.

But the way of creating the template should be changed. Instead of selecting a template file to open, there should be for example another action "Create template" with sub-actions for the template type to create (WMS, or even normal blank images for using them with the "draw on template" functionality). Then the user would select a file to save the template to, instead of opening one. There is still a currently permanently disabled button "Create. " in the template setup dock which was intended for exactly that.
Second, the template system must know that for this kind of template it is okay if the template file doesn't exist, otherwise it will be marked as missing when re-loading the map.


Assista o vídeo: Mapping Database Entries with - Working with Data and APIs in JavaScript